sintomas do refluxo

O ato de se alimentar é diário, e praticamente de 3 em 3 horas todos estamos mastigando e comendo alguma coisa. Muitas pessoas têm, infelizmente, o que se denomina sintomas de refluxo. Vamos tratar neste artigo sobre os sintomas do refluxo gastroesofágico.

Ele é uma doença também conhecida pela sigla de DRGE, e consiste no refluxo de conteúdo alimentar presente no estômago para o esôfago, normalmente com pH ácido, embora possa ser também de conteúdo biliar, neste caso chamado refluxo alcalino.

É uma das situações mais frequentes encontradas nos consultórios médicos. Resumidamente, é o resultado do mau funcionamento da válvula que fica entre o estômago e o esôfago, que não se fecha adequadamente e permite que o conteúdo ácido do estômago suba para o esôfago

O refluxo pode ser perigoso e necessita de um diagnóstico e de tratamento médico.

Os procedimentos médicos da situação

O refluxo, que contém material ácido, atinge a faringe e sobe até a boca, provocando, tal como na pirose, ardor, queimação, mal estar e em casos extremos até mesmo a morte, caso não seja cuidada com afinco pelo paciente.

Os médicos determinam três tipos de doenças de refluxo, classificadas de acordo com o local aonde chega o refluxo.O refluxo gastroesofágico é decorrente do fluxo retrógrado de parte do conteúdo gastroduodenal para o esôfago, e/ou para os órgãos adjacentes.

sintomas do refluxo

Dois tipos que podem ser identificados

Os sintomas do refluxo mais comuns são azia, regurgitação, dor à deglutição e dores no tórax. Salivação excessiva e náuseas são menos frequentes. Há quatro condições associadas pelos médicos: esofagite de refluxo com erosão e necrose da mucosa de revestimento logo acima da junção com o estômago; estreitamento esofágico causado pela inflamação; esôfago de Barrett caracterizado por alterações nas células da porção terminal do órgão; e adenocarcinoma. Esse é um tipo muito comum.

O outro tipo de refluxo se caracteriza como síndromes extra esofágicas: tosse crônica e laringite acompanhada de rouquidão e pigarro persistente, geralmente associada ao uso excessivo da voz, a condições irritantes ambientais e ao cigarro; asma; erosão do esmalte dos dentes causada pelo conteúdo gástrico ao refluir até a boca.

Caso identifique esses sintomas na sua rotina diária, a melhor ação é não esperar. Imediatamente, entre em contato com um médico. O profissional indicado é o gastroenterologista. É ele quem vai cuidar dos sintomas de refluxo e que poderá prescrever o tratamento para este tipo de condição.

O profissional médico pode prescrever o melhor tratamento para refluxo a ser feito com medicamentos, dieta, mudanças na alimentação e no estilo de vida. Os casos mais graves necessitam de cirurgia.

Quando necessário, o procedimento cirúrgico mais recomendado é a laparoscopia, que é muito pouca invasiva. Em geral, o paciente pode retornar á rotina normal de trabalho após cerca de uma semana.

Agora você já sabe mais sobre os sintomas do refluxo gastroesofágico. Quer receber mais conteúdos médicos e informativos como esse? Então assine agora nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Entre em contato com o Dr. Silvio Gabor

Deixe sua mensagem!