cirurgia de thd

A cirurgia sem cortes conhecida como THD serve para curar a hemorroida, e é indicada para tratar as hemorroidas externas de grau 2, 3 ou 4. Trata-se de uma técnica cirúrgica criada por médicos italianos, a Desarterialização Hemorroidária Transanal, guiada por Doppler, o thd. O método resolve o problema de forma mais precoce e menos dolorosa.

Neste artigo iremos acompanhar se a recuperação de uma cirurgia THD é rápida e onde se pode fazer o procedimento, que deve ser realizado por um médico especialista em tratar hemorroida, o proctologista. A realização da Dearterialização Hemorroidária Transanal deve ser indicada pelo profissional.

Retomada das atividades

Atingindo milhões de pessoas, a hemorroida é causada pela dilatação das veias que ficam na região do ânus, podendo ser internas ou externas, e apresentar os seguintes sintomas: prurido (coceira), dor e sangramento. De ocorrência comum, é causada por razões hereditárias, e condições que interfiram na circulação pélvica, como gravidez, cirrose, alterações intestinais, entre outras.

art.11.1

A vantagem da THD é seu procedimento, que não envolve cortes. Na cirurgia de THD, a hemorroida é seca em vez de cortada, eliminando deste modo o suprimento de sangue da hemorroida. Esta é uma cirurgia feita sem cortes, na qual o médico utiliza um aparelho de ultrassom para identificar os vasos que estão ligados às hemorroidas. Depois de identificados estes vasos, o médico vai interromper a circulação, costurando a artéria, o que faz com que a hemorroida murche e seque com o tempo.

Rápida e simples, a cirurgia THD também oferece uma alta em até 1 dia após a cirurgia. As atividades normais podem ser retomadas dentro de 48 horas.

Após a cirurgia é possível sentir alguma dor, que pode ser facilmente controlada com a toma de analgésicos comuns indicados pelo médico.

cirurgia de thd

Unidades hospitalares

A THD deve ser realizada em ambiente hospitalar e sob anestesia. Ela é realizada com o auxílio de um anuscópio acoplado a um Doppler (equipamento de ultrassom que mede o fluxo sanguíneo), identificando a pulsação da artéria que nutre as veias inchadas.

No procedimento, o cirurgião costura a artéria em um ponto específico, com uma agulha que passa pelo interior do equipamento, reduzindo o fluxo de sangue para as veias inchadas e curando a doença. É considerada de baixa complexidade.

Para saber onde pode fazer, procure seu médico especialista em tratar hemorroida, o proctologista de sua confiança. Esse profissional poderá indicar quais unidades hospitalares têm a possibilidade de fazê-lo. Para citar alguns exemplos, esta cirurgia pode ser realizada em alguns hospitais, como no Hospital Albert Einstein em São Paulo ou no hospital Pró Cardíaco, no Rio de Janeiro.

A realização dessa cirurgia deve sempre ser indicada pelo médico, que vai avaliar se esta técnica é a melhor solução para o problema. Dependendo do caso, uma outra técnica pode ser a mais indicada. A Hemorroidectomia é mais dolorosa, mas pode ser adequada para determinados pacientes.

Agora você já sabe mais sobre a cirurgia de thd. Quer receber mais conteúdos médicos e informativos como esse? Então assine agora nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Entre em contato com o Dr. Silvio Gabor

Deixe sua mensagem!