Cisto Pilonidal Tem Cura

Cisto pilonidal é um abcesso próximo ao final da coluna lombar, que frequentemente contém pêlos, causando uma inflamação. Eles podem ser dolorosos, atingindo os homens com mais frequência que as mulheres (que corresponde a 80% dos casos), ocorrendo de forma típica entre o período de 15 a 30 anos.

Uma das causas especuladas para os cistos pilonidais é a presença de pelos que crescem dentro do corpo. A transpiração excessiva também pode contribuir para seu surgimento. Os primeiros sintomas aparecem com um desconforto na região, principalmente quando o indivíduo passa muito tempo sentado.

O cisto pilonidal é uma doença muito comum, que não costuma provocar maiores complicações, mas pode ser muito desconfortável e ter um tratamento difícil em alguns casos. Nos casos mais avançados, em que a lesão encontra-se inflamada e o paciente apresenta muita dor e vermelhidão.

Cisto Pilonidal tem Cura?

O tratamento para o cisto pilonidal é cirúrgico, e depende da fase da doença. Nos casos mais simples, o cisto pode ser inicialmente tratado com uma pequena incisão na pele sob anestesia local, sendo suficiente para drenar o conteúdo do cisto. A cirurgia para tratamento definitivo deverá ser realizada após algumas semanas. Essa drenagem serve apenas para aliviar a dor, não sendo considerado tratamento definitivo.

O paciente pode experimentar períodos de melhora importante, onde há desaparecimento da secreção por algum tempo. Entretanto, há chances de a  lesão voltar a aparecer após a drenagem. Não há cura espontânea sem o tratamento adequado.

Quando há diminuição do processo inflamatório e infeccioso do local, é indicado o tratamento definitivo, que consiste na retirada em bloco do cisto com alguns centímetros de tecido gorduroso  e peles sadios ao seu redor, para ter a certeza que o problema não voltará a aparecer.

A importância dos cuidados no pós-operatório

O paciente e a equipe médica devem ter cuidado redobrado também na cicatrização. A ferida cirúrgica pode ser deixada aberta, sem dar pontos, para que ocorra a cicatrização natural. Esta técnica, que apesar de necessitar um cuidado maior, tem a vantagem de apresentar menos complicações futuras. São feitos curativos diários com gazes e soro fisiológico até seu fechamento completo e deve-se estar atento aos pelos da região para não caírem na abertura. A cicatrização completa ocorre em até 8 semanas.

Cisto pilonidal tem cura e seu tratamento

As outras técnicas de cicatrização são mais rápidas, porém com a desvantagem de ser maior a chance de infecção da mesma. Dependendo da quantidade de tecido removido e da abertura, podem ser dados pontos para aproximação da gordura e da pele.

Concluindo, o cisto pilonidal é uma doença difícil de ser tratada, pois tem a chance de a lesão voltar a aparecer, seja por uma infecção no local ou a não retirada completa dos tecidos infectados. Porém, após as sessões de drenagem e a diminuição da infecção, poderá ser feita a cirurgia para o tratamento completo do cisto. Por isso, é importante a escolha de um médico coloproctologista experiente e habilidoso e seguir rigorosamente as indicações do mesmo.

Deixe sua mensagem!